quarta-feira, 20 de setembro de 2017

6 Maneiras de Encontrar Inspiração para Novos Posts

Se queremos que o nosso blog cresça em números, pessoas e oportunidades, temos de trabalhar com regularidade e consistência. Sei o quanto é difícil mantermos um ritmo e não sairmos dele. Hoje é porque não deu tempo. Ontem era porque não apetecia. Amanhã porque afinal ninguém dá conta se não publicarmos. Justificações, teremos muitas. É importante colocarmos os olhos no horizonte, e perceber que os pequenos investimentos que fazemos diariamente, contribuem para alcançarmos algo maior. 
Para nos ajudar na tarefa de encontrar temas, e assim inspirarmo-nos para novos textos, reuni seis caminhos que nos podem levar ao lugar certo. Esses são:

Fonte: Pixabay

  • DIA A DIA: o quotidiano está cheio de situações, pelas quais todo o comum mortal passa. São essas situações que originam artigos que fazem o leitor identificar-se com o que ele lê, e provavelmente será sobre isso que ele irá pesquisar, chegando assim ao teu blog. Quando te ocorre algo, puxa de papel e caneta, ou do teu Evernote, e escreve os tópicos que depois queres desenvolver. Se deixares para quando tiveres tempo, as ideias evaporam-se... e lá se foi a inspiração. Os centros comerciais aglomeram muitas pessoas, de várias idades, com vários propósitos. Se ficarmos por momentos a observar, de certo que encontramos material para publicar. Ou os parques infantis, para blogs de mamãs.

  • PLATAFORMAS NA NET: já conhecem de certeza o Pinterest, mas o We Heart It talvez não. Eu conheci há pouco tempo. É semelhante ao primeiro. Podemos encontrar neles assuntos variados e tirar imensas ideias. Existem por vezes os chamados challenge de vários dias com temas específicos sobre os quais cada participante deve escrever. Este método por vezes permite-nos conhecer outros blogs e bloggers, e criar ligações proveitosas para a blogosfera.

  • REVISTAS: hoje em dia existem revistas sobre quase tudo. Estou certa que haverá uma revista que seja sobre os temas para os quais direccionaste o teu blog. Se é generalista, então a escolha ainda é mais alargada, pois entram todos os assuntos. Folheia uma revista e vai apontando impressões, desejos, ideias que foram aparecendo na tua mente. Depois é desenvolvê-las de forma original, pois copiar é crime.

  • PERGUNTAS MAIS FREQUENTES: se ainda não tens muitos seguidores, talvez também não tenhas muitas perguntas, e muito menos frequentes, mas no blog da vizinha podem abundar. Escreve sobre o tema no teu blog, pois sendo uma pergunta frequente, é muito provavél que também seja uma entrada frequente nas pesquisas... e assim um caminho para o teu blog.

  • TÉCNICAS DE CRIATIVIDADE: quando te faltam ideias, ou queres dar uma cara nova a um tema velho, usa técnicas de criatividade, como Flip Flop, Escrita Livre e SCAMPER. Existem muitos mais métodos ao teu dispor. Procura aquele que funciona melhor com a tua maneira de ser e de trabalhar. Inclusive estas técnicas podem ser excelentes instrumentos para, a partir das inspirações dos itens anteriores, explorar ângulos inovadores e únicos.

  • DIRECTOS: Joana Gama, do blog A Mãe é que Sabe, usando os directos do Instagram, recolheu ideias, dadas pelas leitoras, sobre um dado tema, que depois deu origem a um novo post no blog. Podes até não teres seguidores suficientes para fazer tal coisa, mas tens de certo amigos e conhecidos, que te podem dar sugestões sobre temas e sobre perspectivas sobre diversos assuntos.

Ficaria bastante contente se partilhasses comigo (e com quem lê este blog) as tuas dicas sobre este tema. Acrescenta valor a este post e, na zona dos comentários, deixa a tua maneira de encontrar inspiração. Grata pelo teu tempo e contribuição.

A Mulher do 31 | Blog | Facebook | Instagram | Twitter |

terça-feira, 19 de setembro de 2017

SCAMPER: Técnica de Pensamento Criativo

Em 1957 foi publicada pela primeira vez uma checklist que Alex Osbourn criou para desenvolver um processo criativo.
1957? Pois é. Apesar de tão antiga, esta ferramenta continua a ser muito eficaz para, de um modo inovador e único, encontrar soluções para problemas, respostas para perguntas, e novas ideias, bem como para modificar produtos, serviços, projectos e processos.
E quem julga que esta lista apenas serve para ser usada em grupo e no contexto profissional, engana-se. Não só se pode usar individualmente, como em assuntos do foro pessoal. Por isso, acredito que é um excelente instrumento para se ter à mão.
Esta lista auxiliadora no processo criativo deu origem à técnica SCAMPER, cujo nome é um acrónimo, no qual cada letra é a inicial de um verbo que nos permite ter uma abordagem diferente em relação ao que estamos a trabalhar. Esses verbos são Substituir, Combinar. Adaptar, Modificar (Maximizar/Minimizar), Propor um outro uso, Eliminar e Reverter/ Re-arranjar.

Fonte: Pexels


E como funciona? Ora aqui vai passo por passo.

1. QUESTÃO: nesta fase o importante é encontrar o cerne do problema a ser resolvido ou o modo certo de colocar a questão. Por vezes saber o contexto também é importante.

2. BRAINSTORMING: já nesta etapa o que se torna vital é recolher o máximo de respostas. Uma excelente ideia é usar post-its para responder com sugestões para cada letra do acrónimo.
Como é que se pode fazer isso? Colocando a questão para cada verbo do acrónimo, como o seguinte exemplo: Quando eu penso em substituir, que ideias é que tenho para resolver X? E X é o nosso problema, questão... e assim sucessivamente por toda a lista de verbos.
Atenção, é importante que se recolham as sugestões sem avaliar, sem julgar... a quantidade neste momento tem prioridade sobre a qualidade. Além disso deve-se criar espaço para a fantasia, a espontaneidade e o livre fluxo de ideias.
Este é um método que leva o seu tempo. Pode demorar uma hora como um dia. De ressalvar que pode ter um lapso de tempo. Não se precisa de fazer este processo todo no mesmo instante, sobretudo se for feito apenas por uma pessoa. Por vezes as melhores ideias vêm quando estamos quase a adormecer ou no duche.
De certo, que existirão pontos mais difíceis de responder do que outros, talvez esteja exactamente aí  uma excelente ideia por descobrir.

3. INCUBADORA DE IDEIAS: A partir da recolha de respostas chega o momento de fazer conexões entre as sugestões e procurar novidades. Aqui pode entrar a fase da crítica, em que se verifica os prós e os contra de cada ideia.

O passo a seguir... é colocar mãos à obra e implementar as soluções, as novidades... que se descobriu com este processo criativo. Boa sorte!


A Mulher do 31 | Blog | Facebook | Instagram | Twitter |


Se tiverem curiosidade, podem ver dois vídeos ilustrando a prática deste método, que serviram de fonte para este texto.
Demonstração com um rolo de papel higiénico (Uso Individual - em Inglês) 

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

4 Ideias para se Usar os Directos nos Social Media

Tanto no grande Facebook, como no Instagram, tenho assistido ao uso dos directos, por bloggers, de modos bem diferentes e bastante dinamizadores. Queres saber como usar os directos para benefício do teu blog? Ora, estás a ler o post certo.

1. RECOLHER MATERIAL PARA ESCRITAJoana Gama, uma das autoras do blog A Mãe é que sabe, foi a primeira blogger que vi fazer um directo no Instagram, no qual pedia a opinião de quem assistia sobre um dado tema, e a partir das ideias aí recolhidas elaborou um texto para o blog. Não acham interessante? É um texto em que as leitoras foram a fonte e também serão o público. Pode-se dizer que é um método bem inteligente de aprofundar os laços com as leitoras, que se sentem activas no A Mãe é que sabe, e por outro lado a autora publica algo que interessa ao seu público, não só porque este sentirá alegria de ler algo para o qual contribuiu, como também porque aqueles que contribuírem acabam por ser uma amostra dos gostos e opiniões do público geral.

2. RESPONDER A DÚVIDAS E CURIOSIDADES: Não só Sónia Morais Santos do blog Cocó na Fralda, como a sua parceira de escritório Ana Garcia Martins, mais conhecida pel' A Pipoca mais Doce, e o seu marido, O Arrumadinho, de nome Ricardo Martins Pereira... aliás, como a maioria dos bloggers, usa estas transmissões ao vivo para responder às várias perguntas que os leitores colocam no decorrer das mesmas. Assim cria-se interacção com aqueles que assistem, o que reverter em dinamismo do vídeo, e por outro lado fortalece os laços com os visitantes dos blogs em questão.

3. PARTILHAR MOMENTOS: Catarina Baeto, a cara do Dias de Uma Princesa, usa com frequência os directos do Instagram para partilhar momentos do Afonso (o filho do meio), com a sua veia comunicadora e de entretainer, bem como momentos em família com a pequena Maria Luiza. O marido Pedro de Góis participa activamente nestas transmissões e assim estas acabam por ter um ar de "Skype com a família que está longe". Aliás, a família de Catarina e Pedro costuma interagir na área de comentários ao vivo. Com este uso dos directos cresce a sensação de fazer parte lá de casa, o que estreita a relação entre blogger e leitores, bem como cria vinculação dos mesmos.

PAUSA PARA REFLEXÃO: Será que faz sentido uma blogger iniciante usar os directos como nos três pontos acima? 

4. TRANSMITIR PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS: um número alargado de bloggers também usa esta ferramenta do Facebook e do Instagram para transmitir ao vivo e a cores a sua participação em eventos. Por exemplo, a marca X convida Y para falar de Z, e esse acontecimento é transmitido em directo no perfil de Y. Ou Y vai a uma conferência sobre Z e faz uma transmissão in loco para a sua comunidade de seguidores. Penso que se torna uma boa opção para bloggers com poucos seguidores, ou que não tenham à vontade ou tempo para apostar noutros formatos dos directos.


Fonte: Pexels

A minha resposta em relação à pergunta para reflexão é: não. E porquê? Porque inicialmente não se tem muitos leitores para interagir dentre desses moldes. E ficar a falar para o boneco nao me parece nada proveitoso. Mas experimentar é sempre um óptimo caminho para a aprendizagem. E essa revela-se elemento importantíssimo na caminhada como blogger. Por isso, pé na estrada!


A Mulher do 31 | Blog | Facebook | Instagram | Twitter |

sábado, 16 de setembro de 2017

|Partilha| Silêncio e Pergunta

Pexels.com


Às vezes fico em silêncio quando me dizes "faz assim, faz assado". Fico em silêncio não porque concorde contigo, ou que não tenha a minha opinião... mas apenas porque não quero entrar em confronto de ideias. Prefiro a partilha. Quando pergunto, não é porque não saiba, porque não tenha os meus próprios pensamentos... Pergunto porque gosto de ter a tua perspectiva, gosto de conhecer novos ângulos...
Às vezes o silêncio e a pergunta podem ser uma forma de respeito, de carinho, pelo outro. Há quem ache que é ignorância. Mas talvez seja sabedoria. Conforme o ângulo do qual queiramos olhar.
Escolhe o teu.

A Mulher do 31 | Blog | Facebook | Instagram | Twitter |

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

|Blogging| Desbloquer com Escrita Livre

Já te apresentei a técnica Flip Flop para sair da crise de ideias. Hoje partilho contigo o método de Escrita Livre, também uma excelente ferramenta para adquirir novas ideias para o teu blog, mas não só. Outro uso alternativo para este método é o de uma espécie de "limpeza mental", ou seja, de deixar os nossos pensamentos se soltarem e assim trazer clareza sobre eles. Aconselho-te perante um problema deixares a tinta correr... seja ele pessoal, ou blogueiro, como a falta de ideias para um novo post.

Mesmo que de momento esteja tudo a correr bem na tua vida, e estejas cheia de ideias para novos textos, experimenta este método, e agrega valor a este post, com a partilha da tua experiência. 

Escrita Livre:

Trata-se de um método de escrita criativa, que nos leva a trazer para o papel tudo o que nos vem à mente sem reflectir, nem avaliar e também sem preocupação com a redacção correcta. O que escrevemos podem ser apenas palavras, expressões, frases incompletas ou completas. Ajuda a sair do bloqueio da capacidade de escrita e auxilia a que a mesma volte a fluir. Freewriting (nome original) está ligado a Ken Macrorie e a Peter Elbow, que nos anos 60 desenvolveram este método.
Fonte: Refe

Passo a Passo:

1. Senta-te com uma folha de papel vazia à tua frente e começa a escrever rapidamente sem paragens. A caneta não pode sair do papel. A duração do exercício pode ser previamente estipulada, de preferência entre 5 a 20 minutos. Qualquer ideia é anotada, sem reflexão sobre o que se escreve, pois esta pode bloquear o processo. Se não vier nada ao pensamento, pega na última palavra e repete, ou faz ondas com a caneta sobre o papel até que algo venha à mente. O resultado desta fase será apenas para teu uso, só tu terás acesso a ele, não tens de dar ninguém a ler... por isso sê completamente livre na expressão do que te ocorre momentaneamente.

2. Lê tudo o que escreveste e marca aquilo que achas mais importante reter de todos os pensamentos que reuniste no papel. Se considerares relevante, se quiseres aprofundar um desses pensamentos, volta a usar este mesmo método (descrito no passo acima) por cerca de 10 minutos. Podes repetir este passo quantas vezes achares necessário até que esse aspecto esteja esgotado, não haja mais nada a acrescentar, ou o problema tenha encontrado uma solução, se for o caso.

Se este post é do teu agrado e gostavas de saber mais sobre diferentes métodos de escrita criativa ou modos de sair da crise de ideias para o teu blog, então deixa um comentário. Terei muita alegria em lê-lo e poder-te ajudar com novos inputs sobre este tema.


A Mulher do 31 | Blog | Facebook | Instagram | Twitter |


terça-feira, 12 de setembro de 2017

|Blogging| Flip Flop, uma Técnica de Criatividade

De certo que já passaste por um momento em que te faltava ideias para novos textos ou até novas abordagens para temas que já tinhas partilhado. Por vezes ficamos bloqueados nos nossos processos criativos. Isso é muito comum. A boa notícia é que existem sempre técnicas ao nosso dispor para sairmos da crise.

Hoje apresento-vos a técnica Flip Flop.
(Mesmo que não estejas a passar por uma ausência de inputs, experimenta na prática este processo e partilha as tuas dificuldades e também os teus sucessos acerca da aplicação desta técnica. Acrescenta assim valor a este post.)

Fonte: Pexels


1. Pega numa folha de papel em branco e escreve o teu tema nela, mas no sentido contrário, ou seja, coloca o tema na negativa ou o oposto do tema em si.
Durante os próximos minutos, no máximo até 20 minutos, procura essas ideias antagónicas ao tema em questão. O nosso cérebro está habituado a accionar prontamente os aspectos contrários, negativos, por isso será com rapidez e facilidade que terás num curto espaço de tempo, muitas ideias.
Por exemplo, o tema do teu próximo post poderá ser Como Ganhar Mais Dinheiro Com o Blog?, então vais começar por escrever todas as ideias associadas a ganhares menos dinheiro, ou nem ganhares, dinheiro com o blog... o que terás de fazer para isso acontecer.
Nesta técnica, como aliás na maioria dos processos criativos, não se crítica nem avalia, apenas se aponta o que vem à cabeça.

2. A seguir reúne-se as ideias por agrupamentos (de semelhanças) e transfere-se cada ideia para a positiva.

3. Por fim, afine, aperfeiçoe o resultado.


A Mulher do 31 | Blog | Facebook | Instagram | Twitter |

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

|Saúde| 12 Maneiras de Beber Mais Água

Cada corpo precisa de um quantidade de água específica de acordo com o seu peso, altura, idade... e até ambiente natural, e actividade corporal. Na internet existem várias páginas que ajudam a calcular essa quantidade individualizada de água diária. Em geral, o cálculo é simples: multiplica-se 35 ml de água pelo seu peso corporal e aí teremos a quantidade de água diária a consumir. Mas como escrevi anteriormente existem variantes neste cálculo que devem ser tidas em conta, nomeadamente se os seus rins funcionam dentro do normal, ou se faz desporto, ou se vive num ambiente em que soa muito...

Depois de saber qual a quantidade de água a consumir diariamente, há que encontrar motivação para chegar ao fim desse desafio pessoal. E como encontrar a motivação para beber água? Cada um de nós funciona de um modo diferente. Portanto, torna-se imprescindível que se conheça, para se poder manter na corrida pela última gota de água. De certo que existem situações em que lhe é mais fácil beber água, e outras menos. Há dias em que quase não bebe água por esta ou outra razão. Pense nisso e se achar necessário escreva.

Após conhecer o seu cenário mais positivo e negativo em relação ao consumo diário de água, encontre mecanismos de contorno das suas dificuldades e estratégias para manter o resulta em acção. Por exemplo eu bebo pouquíssima água nos dias em que ando a passear. E bebo muito mais água nos dias que vou ao ginásio. Sabendo disso, posso aumentar os dias que vou ao ginásio, que só me faz bem, como também posso preparar-me antes de sair de casa para dias de passeio.

Cada um tem que se perceber a si mesmo, para perceber quais são as suas alavancas para alcançar o objectivo de beber mais água. Há tanto de bom em consumir mais desse líquido: hidratação, pele melhor, sistema imunitário fortalecido, mais energia... tantas vantagens que o argumento "ah, mas vou fazer mais chichi" deixa rapidamente de ser um obstáculo.

Foto: Pexels

Para ajudar nesta jornada, aqui vos deixo 12 Maneiras de Beber Mais Água e um vídeo muito simpático de se ver a propósito do tema.

1. Escolha um recipiente que o motive. Ver um garrafão de cinco litros desafia-a ou frustra-a? Ver uma garrafa de meio litro ajuda-a a beber mais água ao dia, ou menos?
Ter uma garrafa de plástico ou de vidro? Uma garrafa bonita ou da própria água?

2. Beba uma boa quantidade de água ao acordar... mesmo ainda na cama ou ao sair dela... ou depois de lavar os dentes.

3. Tenha água sempre por perto quando trabalha ao computador, quando está a ver um filme...

4. Crie um hábito de sempre que x então bebe água...quando se está a ouvir música, sempre que começa uma nova faixa beber um golo torna-se divertido.

5. Não gosta de beber água simples? Dá-lhe mais ânimo beber água com sabor? Coloque lima, limão, ou gengibre ou menta para ajudá-la no processo.

6. Se gosta de competição, então faça uma.
Torna o processo engraçado, e tornar-se-à mais motivante. Por exemplo pode escrever frases motivadoras na sua garrafa. Cada traço que beber pode ter um objectivo pelo qual bebe: perda de kg, amamentação...

7. Beba um copo de água depois de ir à casa de banho.

8. Beba água antes de comer...
pois a sede muitas vezes e confunde com fome.

9. Coma fruta e legumes com bastante água: smoothies, sopas...

10. Coloque um alarme no telemóvel para lembrar.

11.
Use um programa ou app para registar ao longo do tempo (dias, semanas, meses) o que bebeu. Também pode ser num caderno.

12. Utilize elásticos do cabelo no pulso para ir mudando para o outro no momento em que finalizou uma garrafa ou copo de água e assim saber quantos bebeu e quantos falta. Serve também de lembrete visual.




Não é a primeira vez que escrevo sobre o assunto... já partilhei convosco uma aplicação que me ajudou imenso. Querem saber qual é? Leiam também: |App| Agora, sim!

A Mulher do 31 | Blog | Facebook | Instagram | Twitter |

sábado, 2 de setembro de 2017

#Highstakes (Limites Altos) e a Melhor Versão de Mim Mesma


Conheci Gabriel Goffi e tenho uma relação com ele... de admiração pelo seu trabalho. É mais novo do que eu praticamente uma década. A Wikipedia descreveu-o assim:
Gabriel Goffi (Pindamonhangaba, 1 de maio de 1989) é atualmente CEO de uma startup pioneira no mercado digital na área de educação, a High Stakes Academy. Goffi ex-jogador profissional de pôquer, sendo o único brasileiro que já enfrentou e ganhou consistentemente nos jogos mais caros da internet, os chamados high stakes (limites altos).
Mas o que é que este jovem tem de especial? Ele inspira-nos a fazer brotar o melhor de nós, a crer e ter um futuro mais sorridente. Goffi motiva-nos a ter uma vida criada a partir de nós e não uma vida criada para nós. Tenho visto vários vídeos dele, mas recomendo um sobre Génio, Talento e Genialidade. 



Este ano comecei com o objectivo de atingir a melhor versão de mim mesma até ao final dele. Sei que não cheguei lá, mas estou na caminhada. E daqui a 10 000 horas, ou até bem menos do que isso, estarei lá. E o melhor não é a meta, é o caminho.

Setembro é mês de intensas mudanças... para todos nós, ou não?


A Mulher do 31 | Blog | Facebook | Instagram | Twitter |
© A Mulher do 31 - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Oliveira.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo